Página Inicial História Decoração Reitor Missas Confissões Oração do Terço Adoração Confraria dos Passos Fotos Altar-Mor e Padroeiro Planta dos Altares Capelas e Altares Fachada da Igreja Horários de Abertura Contactos 

Capelas e Altares

Igreja do Colégio

IHS

DESCRIÇÃO DAS CAPELAS LATERAIS

Capelas laterais, oito no total. Abertas e ligas entre si, de modo, a permitir a circulação e não perturbar a assembleia dos fiéis – capelas intercomunicantes que percorrem todo o comprimento da nave. Capela de Santa Quitéria (lado do Evangelho - esquerdo), situada sob o coro; foi uma das últimas capelas a ser ornamentada na primeira metade do século XVIII, é a mais baixa de todas; cobertura em abóbada de berço de caixotão; retábulo em talha dourada; paredes laterais revestidas com azulejos de ornamentação barroca (1740/1750).Capela de São Miguel Arcanjo: capela barroca, mais alta que a anterior com cobertura em abóbada de berço de caixotão, retábulo em talha dourada do estilo nacional (decoração portuguesa). Retábulo de expressiva monumentalidade barroca. Apresenta na sua composição um pórtico romântico com coluna torsa e arcos concêntricos.Capela da Onze Mil Virgens (ao lado da capela de São Miguel Arcanjo), capela de maior destaque. Apresenta um retábulo maneirista de cerca de 1654. Tecto da capela em abóbada de berço, decorada com pintura a fresco do princípio do século XVIII, reproduzindo em “tromp d’oiel”/ “trompe l’oiel” duas janelas com flores, encimadas e rematadas lateralmente por motivos vegetalistas. Paredes revestidas por azulejos portugueses dos meados do século XVII (azulejos maneiristas designados por padrão do século XVII). Exuberante retábulo-relicário descoberto em 1984 aquando da desmontagem da Tela do Martírio das Onze Mil Virgens – Martírio de Santa Úrsula de Colónia. Este retábulo estava tapado e não era aberto há mais de 200 anos. Um dos melhores existente no país.Capela de Nossa senhora da Conceição (fica de frente para a capela se Santa Quitéria, é a primeira capela do lado da Epístola), ostenta um retábulo barroco e emprega uma gramática própria do barroco nacional, enquadra uma imagem da Senhora da Assunção, de finais do século XVII.Capela de Santo António (ao lado da capela de Nossa Senhora da Conceição). Tem ornamentação barroca datável do final do século XVII ou primeira metade do século XVIII. Muito semelhante ao tipo de talha da capela de São Miguel Arcanjo. Característica decoração da 1 fase do estilo barroco português com simbologia muito rica na propagação do culto religioso, associando-se as uvas ao sangue de Cristo; os meninos agarrados às parras simboliza a colheita eucarística e as aves correspondem à mitológica Fénix, à ressurreição.Capela de São Francisco Xavier decoração ao gosto maneirista; retábulo de talha dourada da segunda metade do século XVII (1647). Azulejos do padrão do século XVII e pintura da mesma época.Capelas do falso transepto, mais largas e altas que as capelas laterais, abrem-se sob um arco de volta perfeita. Capela do Senhor Jesus (Jesus Crucificado – fica situada no lado do Evangelho) Encimada por um arco de volta perfeita com um retábulo de talha dourada, de estilo maneirista que consagra grande relevo às imagens de Cristo crucificado e ao Evangelistas (Mateus; Marcos; Lucas e João). Padrão de azulejos do século XVII. Capela de Nossa Senhora do Pópulo (lado da Epístola). Revestida com azulejos de padrão do século XVII. Apresenta na sua composição azulejos figurativos, da mesma época representando a Virgem e São José. Retábulo de talha dourada, de estilo maneirista, data de 1648. Ornatos vegetalistas e pinturas que reproduzem cenas da vida da Virgem. Nicho central com imagem da N. Senhora do Pópulo, datada do início do século XVII.Capela-mor com alto e largo arco de volta perfeita, encimada pelas armas reais de Portugal (D. Sebastião – Dinastia de Avis). Capela larga e profunda fundada por D. Helena de Bettencourt e Vasconcelos. Magnífico retábulo de talha dourada com data inscrita 1660, atribuível à oficina do mestre entalhador Manuel Pereira. Representa a glória da talha madeirense. O conjunto de talha desta igreja constitui um dos mais importantes grupos de obras de talha seiscentista do mundo português, segundo o especialista Robert Smith. Magnífico sacrário lavrado em prata dourada. A capela-mor é coberta por uma abóbada de berço em caixotão; esculturas alusivas aos principais Santos da Companhia, da segunda metade do século XVII (Santo Inácio de Loiola; São Francisco Xavier; S. Francisco de Borja e S. Luís Gonzaga) e orago da Igreja com São João Evangelista. Capelas colaterais que se abrem para o falso transepto e para a nave – Lateralmente à capela-mor. Capela de Nossa Senhora de Fátima ostenta um retábulo de talha dourada do período barroco, ao estilo da talha do reinado de D. Pedro II.Capela de Nossa Senhora do Socorro (Actualmente Capela da Divina Misericórdia e Imagem de Santa Rita de Cássia) conserva um retábulo de composição maneirista com ricos ornatos entalhados.









To see all content, you will need the current version of Adobe Flash Player to view it.
Create own website for free